Instruction to Red Bull Paper Wings

COMO CONSTRUIR UM AVIÃO DE PAPEL DE TOPO...

... Ou pelo menos um que não vá de nariz ao chão em dois segundos!

• O centro de gravidade do avião vai ditar a direção em que vai voar. Por isso, garante que o centro de gravidade está o mais à frente possível, dobrando sobre o nariz.

• As asas devem ser finas e achatadas. A questão sobre se uma dobra na ponta da asa é necessária ou não, continua a ser discutida entre os peritos, mas a maioria tem tendência a não dobrar. Quaisquer protuberâncias ou rasgos nas asas devem ser evitados. Aparte as regras de competição, podes acrescentar cola para adicionar elementos.

• Dobrar o final das asas pode influenciar a direção em que o avião vai voar, para um efeito ainda mais forte adiciona aletas (é necessário uma tesoura).

• A forma-Y é decisiva para a estabilidade do avião. Este termo descreve a forma das asas do avião, que formam um Y ou um V quando visto de frente. Aviões que não têm esta forma tendem a rodar sobre o eixo longitudinal e cair.

• Em muitas competições, o papel mais usado é o tradicional A4 de 80 g/m2, usado em escritórios e fotocopiadoras. O papel não deve no entanto ser mais leve do que 80 g/m2. Alguns peritos preferem usar papéis mais pesados para voos mais radicais: o detentor do recorde do mundo, Ken Blackburn, considera que um papel de 96 g/m2 é o ideal, para um voo de longa distância.

• É fortemente recomendado que, os construtores de aviões, consultem e vejam com muita atenção os guias de alta qualidade disponíveis na internet, sobre como construir um avião de papel.