A magia de voar em...avião de papel!

Transformando o Almada Fórum numa inesperada pista, a Final Nacional do Red Bull Paper Wings reuniu a elite dos aviões de papel para uma animada competição. No fim saíram em ombros os três ases que vão defender as cores lusas numa final mundial onde se esperam cerca de 90 países.

O objetivo é voar, não aterrar! O lema oficial do Red Bull Paper Wings voltou este fim-de-semana (28 março) a ser posto em prática com grande entusiasmo durante Final Nacional que reuniu os melhores pilotos de aviões de papel apurados ao longo dos últimos meses em sete etapas realizadas de norte a sul do país.

Os corredores e praças do Almada Fórum foram transformados numa insólita pista de aviação. Os participantes representaram várias instituições de ensino superior e procuraram voar o mais longe possível (Distância de Voo), permanecer no ar o maior tempo possível (Tempo de Voo) ou ainda procurando cativar o júri com as mais incríveis manobras (Acrobacia). Como mandam as regras internacionais da Paper Aircraft Association (PAA) e os regulamentos do Guinness World Record, os aviões de papel foram construídos no local a partir de uma simples folha de papel A4 com peso máximo de 100 gramas (folha fornecida pela Navigator – papel oficial), com excepção para os modelos acrobáticos onde foi permitida a construção prévia e uma maior sofisticação técnica.

Depois de conseguir impressionar o júri com uma mistura de magia, técnica e ritmo, André Miranda (Lisboa) – estudante de engenharia mecânica de 20 anos – venceu a categoria de Acrobacia e foi o primeiro a festejar o apuramento para a Final Mundial do Red Bull Paper Wings:

“Apostei forte em montar um espectáculo consistente e acho que não me saí mal… Agora quero ir à Áustria ganhar, vou trabalhar muito para isso e promete tirar da manga algumas surpresas.”

A categoria de Tempo de Voo foi dominada por outro candidato a engenheiro, Dragos Hosman, estudante de Faro de 21 anos que conseguiu manter no ar o seu avião de papel durante 7,25 segundos;

“A minha fonte de inspiração foram os muitos vídeos que vi no YouTube, inspirei-me num avião para criar o meu e consegui ter sucesso.”

Já a Categoria de Distância de Voo foi dominada por Armando Volta, estudante de engenharia de 20 anos do Porto:

“Hoje pensei que podia ganhar na Acrobacia mas fui melhor na Distância…Sei que consigo superar os 21 metros de hoje e é para isso que vou trabalhar até à partida para a Áustria.”

Apresentando pelo humorista Fernando Alvim, o Red Bull Paper Wings proporcionou uma tarde animada para concorrentes e público, incluindo algumas surpresas extra-competição como foi a demonstração de aeromodelismo do Campeão Nacional Pedro Precioso.

Com equipas de cerca de 90 países, a final mundial do Red Bull Paper Wings está agendada para o segundo fim-de-semana de maio (dias 8 e 9). O cenário escolhido é uma vez mais o Hangar 7 de Salzburgo, um espaço de vanguarda que faz parte do imaginário de todos os fãs da aviação devido à impressionante coleção de aeronaves das mais variadas épocas que alberga.

VENCEDORES
RED BULL PAPER WINGS 2015 LOCAL

ACROBACIA – André Miranda – Lisboa
DISTÂNCIA VOO – Armando Volta – Porto – IPP
TEMPO VOO – Dragos Hosman – Faro

CALENDÁRIO
RED BULL PAPER WINGS 2015

FINAL MUNDIAL
8/9 MAI| Áustria, Salzburgo – Hangar 7

OS RECORDES MUNDIAIS:
Maior Distância de Voo: 63,19 metros (Stephen Krieger / EUA / 2003)
Maior Tempo de Voo: 27,9 segundos (Takuo Toda / Japão / 2009)

OS CAMPEÕES MUNDIAIS RED BULL PAPER WINGS:
Maior Distância de Voo: 50,37 metros (Tomas Beck / Rep. Checa / 2012)
Maior Tempo de Voo: 10,68 segundos (Elie Chemaly / Libano / 2012)
Acrobacia: Ryan Naccarato e Tomasz Chodryra

Mais informação em:
www.redbullpaperwings.com
www.redbull.pt